.

.

02 setembro 2009

Muito além do jardim


Há coisas intraduzíveis,
como a angústia dos passos depois da porta,
solidão do pássaro que se perdeu do bando,
a despedida sem palavras.
Há dores invencíveis,
dessas que apenas se acomodam no hiato
entre o desejo e a inexplicável
negação dos que se distanciam.
Há mudanças que acontecem sorrateiras,
de forma imprevisível,
sem que ninguém imagine que a fibra da nossa emoção
se rompeu e não dissemos ai.
Essas situações excluem peças da sensibilidade,
transformando o jogo de memórias
num exercício de desencanto, embora a gente viva, trabalhe e
represente como o herói de uma história sem fim.
Existe por aí, uma falta de sintonia entre o sonho e a realidade,
uma cisão entre o querer e o poder,
uma imposição que silencia o mar das palavras,
um vento que corta sílabas.
Por tudo isso, meu patchwork de emoções
emenda-se nas linhas que rabisco, mas não estou inteira.
O que tenho a dizer tornou-se indizível.
Não há espaço para a interlocução.
O que transparece é apenas um estado de espírito.
O sentido de alguém que passa e, no lugar das frases,
deixa um perfume.
O dia termina.
Lá fora, o jasmim perde uma flor, ninguém recolhe as pétalas.

Autora: Célia Musilli
Imagens: flores do blogger de Jaime Cortizo,lagoa da Conceição por Eduardo Pois e Ingleses, por Sônia Schmorantz


24 comentários:

Adolfo Payés disse...

Hermoso poema no conocía a su autora gracias por compartirlo.

Un abrazo
Saludos fraternos

Allek disse...

hola! pasaba a invitarte a pasar a mi caja!
un abrazo !!!

Paula Raposo disse...

Um poema cheio de sensibilidade, não conhecia. As fotos belas...muito! Beijos.

Deusa disse...

olaaaaaaaa...vim aqui te visitar rsrs
Mas que lugar delicioso esse aqui ...
Linda poesia + cenas maravilhosas !
Parabens minha querida
Abraço bem apertado

(Carlos Soares) disse...

Ah... as sensações. Tem dia que a gente se sente como o topo da montanha, o vazio dos trilhos depois que o trem passa. Aquela sensação que faltou algo, uma última palavra, um último abraço.Ótimo texto da amiga.beijos

Carmem disse...

Sonia!..
Que lindo este poema da Celia!
E as fotos?!... O que dizer?...são lindas!...
Teu Blog tá muito bonito!

Beijo amiga!

Gaspar de Jesus disse...

Bom dia Sônia
Primeiro que tudo, quero agradecer a amabilidade da visita.
Depois quero dizer-lhe que me sinto encantado sempre que olho as belissimas imagens do paradisiaco lugar onde habita.
Dizer-lhe também que adorei a sua difinição de SAUDADE, um sentimento tão nosso, mas para o qual nem sempre encontramos as palavras adequadas. Muito obrigado pela ajuda.
Por fim quero dizer-lhe o quanto me honra receber, para além de si, agora também a visita do senhor Eduardo.
Beijinhos
G.J.

Maria Valadas disse...

Após quase um m~es de ausência, volto para o convivio daqueçes que gosto de visitar.

Obrigada, Pela partilha do belíssimo texto de uma autora que desconhecia.

Os meus parabéns, pelo magnifico blog contruido.

Imagens belas e riquissimas.

Beijos.

Mª Dolores Marques disse...

Deixo-lhe um beijo e os meus agradecimentos mais uma vez.
O seu blog e ponto obrigatório de passagem já para mim...
lindíssimas fotos e bons poemas.

Bjs

Dolores

Daniel Costa disse...

Sonia

Gostei do texto, como sempre aprecio as escolhas. Agrada-me bastante o espaço em geral, poderá não parecer, porque tenho falhado bastante as minhas vindas. Espero retomar mais a regularidade.
Daniel

REGGINA MOON disse...

Sônia,

Vim te fazer uma visitinha, ver suas lindas imagens e ler um pouco de seus escritos...

Um grande beijo!!

Reggina Moon

Agulheta disse...

Sónia. De volta depois de uns dias em descanso,li um texto poema lindo,não conheço a autora agradeço a partilha,as fotos muito belas.
Beijinhos

Mundo Animal. disse...

´´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´´´´¶******************¶
´´´´¶¶*******************¶¶¶
´´´¶¶*********¶¶¶¶*********¶¶
´´´¶¶¶***********¶**********¶¶
´´¶¶´´¶*********¶¶***********¶
´´¶¶¶´¶***********************¶
´´¶¶´¶¶******¶¶¶**************¶
´´¶´´¶¶****¶¶´¶¶**************¶
´´¶¶´¶****¶¶´´¶¶*************¶¶
´´¶¶¶¶***¶´´´´¶¶*************¶
´´¶¶¶¶***¶´¶¶¶¶*************¶¶
¶¶**¶¶¶*¶¶¶¶¶¶*************¶¶
¶************************¶¶
¶¶********************¶¶¶
´¶¶*¶¶**¶¶¶¶¶******¶¶¶
´´¶¶¶¶¶¶¶¶********¶¶
´´´´¶**********¶¶¶¶
´´´´´´¶¶¶*¶¶¶¶¶
´¶¶¶¶*******¶¶¶¶
¶¶**¶***********¶
¶****¶****¶¶****¶
¶¶***¶**¶¶*¶¶**¶¶
¶*¶¶**¶¶¶¶¶***¶*¶¶
¶¶**¶¶********¶***¶¶
¶¶¶¶¶¶******¶¶*****¶¶¶
´´´´´¶¶¶¶¶¶¶*********¶¶¶¶
´´´´´¶***¶**************¶¶
´´´´´´¶¶*****************¶¶
´´´´´´¶¶******************¶¶¶
´´´´´´¶¶********************¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
´´´´´´´¶¶¶******************************¶¶¶
´´´´´´´´¶¶¶*****IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII ***¶¶¶
´´´´´´´´´´¶¶¶**********************¶¶¶¶
´´´´´´´´´´´´¶¶¶*****************¶¶¶¶
´´´´´´´´´´´´´´¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶


SALUDOS Y QUE TENGAS UNA BUENA TARDE
MUNDO ANIMALLL

Dora Regina disse...

Mais um lindissimo poema.
Gostei muito.Continue compartilhando suas fotos maravilhosas.
Abraços...

Wanderley Elian Lima disse...

Sonia, mais uma vez você brilhou na escolha. Amei
Abraço

Sandra disse...

Que linda mensagem, poesia.
Imagens também, dessa bela Ilha.
Agradeço a sua visita.
Venha sempre me visitar.
Com muito carinho
Sandra

Sandra disse...

Que linda mensagem, poesia.
Imagens também, dessa bela Ilha.
Agradeço a sua visita.
Venha sempre me visitar.
Com muito carinho
Sandra

Isaac Melo disse...

Sônia,
a poesia é sempre um deleite ao nosso espírito.
E que belas imagens. Quando estive em tua terra me encantei e fico encantado só de olhar essas imagens. Terra linda!
Bjss!!

M@ria & Reggina Poesias disse...

Olá Sonia!

Com certeza ,muito além do jardim há coisa intraduzíveis.

Coisa mais linda de se ler!


Beijos sempre!

Menina do Rio disse...

Lá fora, o jasmim perde uma flor. E quanta coisa perdemos sem que ninguém recolha...
Belissimo poema!

Beijinhos Sonia

elvira carvalho disse...

Belo poema amiga. Boa escolha.
Um abraço

Ni disse...

Lindo demais esses escritos e essas imagens. Um belíssimo conjunto que me remeteu à liberdade. É! Vi e senti aqui a liberdade.

Beijos

Até mais...

Zilda Santiago disse...

Lindíssimo poema!!Imagens idem.Bom feriado.Bjs.

velardez disse...

interesante tu blog. felicidades.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.