.

.

10 outubro 2009

Melodia



Não há que negar
Nossas diferenças
Posto que existem
O claro e o escuro
Na mais densa mata
De todos os palcos
Desta melodia
Cujo nome é vida!
Transportada em redes
De luares rentes
Pois que a ti concedem
O clarão da alma
Da mais pura calma
Concebida em noites
De total silêncio
Onde a dor acaba
E o furor transcende
Transpassando a mente
Doce e saborosa
Pois que vicejante
Em tua fala quente
Que atordoa e mente!
Faz-se soberana
Como em ti emana
A presença humana...
Mãos que se entrelaçam
Entregando espaços
Antes tão restritos
A ínfimos laços!

© Márcia Sanchez Luz
[Do livro 'No Verde dos Teus Olhos' - Editora Protexto, PR, 2007]

17 comentários:

Leonor Lourenço disse...

Olá Sónia

DEsta vez, só para lhe desejar um bom dia :)
Leonor

louca esquizoffrenica disse...

Sonia:

A sua escolha de hoje foi sublime. Apesar das diferenças o amor pode sempre transformar-se em presença e em laços. Espero que em laços bem fortes. Um beijo e um abraço do tamanho do mundo desde este lado do oceano . Um domingo maravilhoso e tudo de bom.

Paula Raposo disse...

Uma serena melodia acompanhada de fotos lindas! Muitos beijos.

Adolfo Payés disse...

Es una melodía de versos.. excelente, gracias por compartirlos.

Un abrazo
Saludos fraternos..

Que disfrutes la semana que comienza...

Chica disse...

Deliciosos versos e fotos lindíssimas.beijos, lindo feriadão,chica e agora, com bom tempo,não?

poetaeusou . . . disse...

magnifiiiiiiico,
só . . .
,
conchinhas luzentes, deixo,
,
*

Agulheta disse...

Sónia. A poesia escolhida foi sem dúvida boa para este relaxar de Domingo,adorei e as fotos igual como sempre é este lugar.Agradeço a visita ao blog,deixo a minha amizade.
Beijinho.

Baby disse...

No amor existem laços, muitos laços que o tempo por vezes desata, deixando-nos despidos e sós.

Beijinhos.

Manu disse...

Olá Sonia!

Bela esta sua melodia
uma escolha perfeita
excelente esta poesia
que por si foi eleita

Bom Domingo. Beijos.

Kell disse...

Oi Sonia, mais uma vez estou aqui maravilhado pelas suas fotos e pensamentos, dignos de uma pessoa sensível como você. Parabéns!

Raquel vicente disse...

Como sempre as suas palavras provocam maravilhas em mim, muito bom amiga, beijos.Também gostei das imagens, bem-haja para si.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Sônia! Passei para te desejar um ótimo feriadão, como também, dizer que não conhecia a Márcia, mas, pela beleza do poema, com certeza trata-se de uma grande poetisa. Quanto as fotos, como sempre, maravilhosas.

beijos para ti e para o amigo Eduardo.

Furtado.

Vitor Chuva disse...

Olá Sónia!

A história contada seria certamente menos interessante se os dois personagens não fossem tão opostos. O poema , que disso fala, e também de amor e entrega,é muito bonito.

Um abraço.

Vitor Chuva

arobos disse...

Bellos versos. Un saludo.

Dois Rios disse...

Oi, Sônia,

Eu diria que os laços afetivos estão para além das diferenças.

Lindas as fotos do Costão. Saudades de lá!

Beijos,
Inês

p.s. Adorei o texto do Veríssimo. Obrigada!

Maria L. Bózoli disse...

Ke esta linda melodia te acompanhe durante o FDS de amanhã 12/10/
com muita paz e carinhos meus.

Beijos........M@ria

RETIRO do ÉDEN disse...

Um conjunto de fotos e palavras muita belas.

Mas...

Às tuas palavras prefiro-as...

Palavras para uma carta, na garrafa a ser lançada no mar,
Uma mensagem deixada a própria sorte
Para atravessar o mar...
Este mar de solidão...

Sônia Schmorantz

Lindo, lindo.
Bjs.
Mer

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.