.

.

18 outubro 2009


Quem quer que sejas, vem a mim apenas
De noite, quando as rosas adormecem!
Vem quando a treva alonga as mãos morenas
E quando as aves de voar se esquecem.

Vem a mim quando, até nos pesadelos,
O amor tenha a beleza da mentira.
Vem quando o vento acorda em meus cabelos,
Como em folhagem que, ávida, respira...

Vem como a sombra, quando a estrada é nua,
Num risco de asa, vem, serenamente!
Como as estrelas, quando não há Lua
Ou como os peixes, quando não há gente...

Pedro Homem de Mello



Hoje, confesso, acordei com vontade de ser feliz.
Amarrei, até, no pulso o amor-perfeito
que foi secando no meu peito e retomei a velha máxima:
não deixar que qualquer angústia atinja o coração.
Um castelo de areia, é tudo quanto quero
para acostar o meu barco de papel.

Aproxima os olhos da vertigem e estremece
com a luz espessa, que brilha nos teus ombros.
No céu do teu país, as estrelas podem ser barcos,
se quiseres sulcar os mares do coração em desordem.

Graça Pires


Imagens: Sônia Schmorantz

24 comentários:

Flor ♥ disse...

Oi, Sonia!

Vim por aqui sentir sentir o vento que vem desta Ilha... vento de beleza e poesia!

Uma semana de paz!

Bjs.

Jaclo disse...

Sonia:
Muy bonito, cuando escribes:
"Serenos silêncios da madrugada,
coraçao deambulando saudades,"
y más abajo:
"Escrevo para provar o sabor do
vento,"
Saludos.

louca esquizoffrenica disse...

Sonia gosto muito desta passagem:

Vem como a sombra, quando a estrada é nua,
Num risco de asa, vem, serenamente!
Como as estrelas, quando não há Lua
Ou como os peixes, quando não há gente...

beijos de novo desde o outro lado do oceano

Déia disse...

ai ai... amo foto de por do sol...

unindo a foto com as palavras.... so resta sonhar...

bj

Vitor Chuva disse...

Olá Sónia!

Há dias assim, em que acordamos teimando em ser felizes, logrando do pouco que temos fazer muito - o suficiente para o conseguir.

Um abraço.

Vitor Chuva

Wanderley Elian Lima disse...

Todos os dias, confesso, acordo com vontade de ser feliz, nem sempre dá mas a vontade persiste.
Tenha uma ótima semana.
Um abraço

Layara disse...

...Guria, que escolha aconchegante, essas letras, com tantas metáforas
Pontuo esses versos: Vem a mim quando, até nos pesadelos,
O amor tenha a beleza da mentira...

profunda essa construção.

Beijos e otima semana com tudo de bom que desejares!

Dora Regina disse...

Sonia ,que doçura de poemas!
É um privilégio ler o que escreves.
Grande abraço!!
Boa semana!

Kotta1947 disse...

Gostei especialmente do poema de Pedro Homem de Melo, grande poeta que sempre admirei e admiro a obra que deixou. Bem enquadrado na foto que escolheu. Sempre belas fotos. Bjo.

Lira Santos disse...

Hola,
Passei por aqui e me encantei com as fotos,ainda mais quando sao de Santa Catarina,
Eu sou Gaucha mas moro em La Coruña,
Galicia
Amo SC...
Um beijo desde aqui..

Isa disse...

Sônia,bom dia de Sol,daqui de Lisboa!
Tem um desafio no "Selos e mimos".
É só carregar na bonequinha.
Beijo.
isa.

A Senhora disse...

Acordar e dormir com vontade e disposição de ser feliz. Todo dia devia ser assim, né?

Beijos e boa semana!

Fred Matos disse...

Belos poemas, Sonia.
Ótima semana.
Beijos

PARISINA01 disse...

Hola Sonia vine a agradecerte tu visita, a desearte una feliz semana.
Me encantan tus fotos, soy una loca por la naturaleza, por eso tus fotos me llevan de paseo por lo imaginario.

Besos

Cris Animal disse...

Que esse desejo de felicidade, essa sensação de paz e ternura fiquem ...fiquem...apenas fiquem!

Que venha a felicidade!

beijo
grande pra vc!

Cris Animal disse...

Que esse desejo de felicidade, essa sensação de paz e ternura fiquem ...fiquem...apenas fiquem!

Que venha a felicidade!

beijo
grande pra vc!

arobos disse...

¡Cuánta belleza...!

Menina do Rio disse...

Lindo poema de Pedro, pra começar a semana, Sônia. E belas fotos!
Obrigada pelo carinho e uma semana feliz pra ti.
beijinhos

ivone fonseca disse...

Eu venho aqui so pra me encharcar de tanta beleza e poesia, vc tem uma sutileza e espiritualidade tão grande no casamento das fotos com os poemas q deixa a gente sem lugar quer ver td e sentir este vento soprando nossa face.
Ha algum tempo atrás eu escrevi um texto (postado no meu blog) q chama-se "Além florianopolis", claro não tem metada da magnitude dos poemas aqui expostos e a fotografia e humilde tb mas tem haver com o q floripa fez comigo.
Então consigo imaginar o q é viver td isto.



Bj grd t+

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Sônia! Passei para me deliciar com os frutos da tua seleção. Hoje atacaste com o Pedro e com a Graça. Realmente uma bela jogada. Parabéns!

Beijos e ótima semana para a família.

Furtado.

direitinho disse...

Que poemas tão bonitos.
Neste cantinho parece que saboreamos de modo mais fino o pensamento dos poetas. Eles nos levam em viagens repletas de sonhos e desejos.
Parabéns pela escolha

Nilson Barcelli disse...

Dois grandes poetas.
Um cantou a minha terra, outro é a nossa companheira dos blogues.
Ambos merecem o seu destaque.
Boa semana, beijos.

Ana Martins disse...

Olá Sónia,
gostei dos dois, mas confesso que o primeiro e encantou!

Beijinhos,
Ana Martins

Lu disse...

Olá! Sônia! mujer abençoada, vive sobre o vento da ilha* esse vento te levar a poetizar

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.