.

.

13 novembro 2009

Saudade de mim



Eu tinha em minhas mãos
toda a ternura
todo o frescor
das manhãs de outono.
Eu carregava em meus gestos
a simplicidade, a alegria
e a leveza de um pássaro.
Passei…
Conservei em meu peito
uma saudade infinita
morna, doce, inexplicável
como os sonhos carregados
dessa ternura, desses gestos
perdidos num tempo distante.
Trouxe comigo
saudades de mim.
Hoje, em meu caminho,
novas paisagens se revelam
um tanto longínquas,
coloridas pelos meus olhos de agora.
Mas elas estão lá e me esperam.
Aguardam meus passos.
E a leveza de minhas mãos
descortinarão auroras…
 
Janete Cortez   - 30/03/2001



24 comentários:

EDUARDO POISL disse...

Lindíssimo poemas , mais as tuas imagens estão de mais amor.
Beijos te amo

arobos disse...

Buenos días. Bellas imágenes para empezar la jornada. Saludos.

Malu disse...

Estas páginas são sempre tão belas e os poemas são de tirar o fôlego...
Beijinhos em teu coração Sônia e bom fim de semana

Adolfo Payés disse...

Es un poema precioso.. con tus imágenes nos haces volar con la poesía..

Un abrazo
Con mis
Saludos fraternos..

Que tengas un buen fin de semana...

Chica disse...

Maravilha sempre!beijos, lindo fim de semana,chica

R.Ferrari disse...

Lindo poema.
Belas fotos.
Parabens.

Manu disse...

Olá Sonia!

Saudade todo o mundo tem
ser saudoso de si é amor
este sentimento é também
pedaços de vida com cor

Como sempre, um poema bem ilustrado. Bom fim de semana. Beijos

Mundo Animal. disse...

...(.)""(.)...
...( ’o’, )...
...(),♥,.()..
...(_)-(_)...

HOLAA SONIA BELLAS FOTOS Y LINDO POEMA QUE TENGAS UN FIN DE SEMANAAA GENIAL TE DEJO UN GRAN ABRAZO
TU AMIGOO CHRISSSSSSSSSSSSS

LEON PLATA disse...

Las fotografías y letras que aquí publicas inspiran notas melancólicas pero también vuelos de de indetenible libertad.

Muchas gracias Sonia.
Un abrazo.

Multiolhares disse...

Essa saudade de nós, do que fomos do que poderíamos ser,
O esperar sempre o nascer da aurora, essa é uma das saudades mais difíceis de transpor
Bjs

Lu disse...

olá! Sônia!

gostei da segunda foto***

sus poemas son sempre lindos* sublime como o pór-do-sol da ilha* refrescante como as águas do mar*

Sandra Botelho disse...

Simplesmente encantador!
bjos no coração!

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Sonia, mais uma bela escolha, embora um pouco melancólico.
Um lindo fim de semana
Um abraço

Laurita disse...

Ao espelho o que pareço?
Sou a sombra,sou o fim
Olho e não me reconheço
Qem fui, até eu me esqueço
Tenho saudades de mim.

Beijócas amiga.
Eu não consegui, mas a minha filhóta já lhe enviou o poema VENDAVAL. Obrigada. Beijos

Daniel Costa disse...

Sónia

A avaliar pelas bonitas paisagens e traquilidade que da fotos a Ilha será um sonho (creio que são obtidas nela).
Poemas como o presente, de Janete Cortez, completam bem o monumental sonho.
Daniel

Juℓi Ribeiro disse...

Sonia:

Suas fotos são poesias
de rara beleza...
O poema de Janete Cortez
é maravilhoso!

Beijo.

Isaac Melo disse...

Sônia,
belo poema. As imagens nem se fala!
O blog cada dia mais belo.

Abraços e bom final de semana!

Fernanda disse...

Amiga Sónia,
Penso que nãp entrou o meu comentário anterior, se estiver repetido anule, pr favor.

As suas escolhas são sempre magníficas e revelam bem um coração apaixonado.

Parabéns.

Beijnhos

PARISINA01 disse...

Me gusta mucho la primera foto, bueno esta tambien. Creo que voy a tener que aprender Portugues, porque me estoy perdiendo todos tus poemas, que a pesar de no enterdelos completamente,los encuentro hermosos.

Te deseo feliz domingo, un beso

Ursinhu da Juh =] disse...

Nooooossaa que fotos mais lindassss acompanhadas de uma poesia tao bem inspirada entao fico xique dez kkkk.



bjuuuu
fica com DEUS =]

Mariana Silveira disse...

Nossa, gostei bastante.
Principalmente esse trecho:
Hoje, em meu caminho,
novas paisagens se revelam
um tanto longínquas,
coloridas pelos meus olhos de agora.
Mas elas estão lá e me esperam.
Aguardam meus passos.
E a leveza de minhas mãos
descortinarão auroras…

-
Me identifiquei tanto :\

O mar me encanta completamente... disse...

Parece ter sido escrito a mim...
Te visitar é sempre tão gostoso,
parecxe que sinto o geladinho da agua nos pés....
Que Papai do Céu esteja ao teu lado de modo muito especial e
q Ele te dê muita sabedoria na caminhada dessa vida!


Beijos

Glória

Janete Cortez disse...

Obrigada, Sonia, por ter escolhido um de meus poemas e posta-lo aqui em seu blog. Apesar de 7 anos já terem passado, penso que o tempo é apenas um detalhe que se perde na imensidão do eterno. Gratidão a todos os que leram e expressaram os sentimentos e sensações que o poema lhes despertou. Deixo aqui o link do meu blog para que você possa partilhar do meu mundo de palavras.

Janete Cortez

Janete Cortez disse...

Desculpe, Sônia, aqui está o link. Obrigada.

Janete Cortez

http://encantoeacalanto.blogspot.com.br/

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.