.

.

24 janeiro 2010

AMO



Amo olhar o imenso areal parado no tempo,
Gaivotas sobrevoando, asas largas debatendo,
riscando o céu em vôos ignorados...
Amo os pássaros que semeiam cantos,
que vem em bandos, depois partem não sei para onde.
Mas deixam a paz e aos ouvidos o insistente canto.
Amo o som do mar, alegria vadia a invadir a areia,
passando, fluindo, cantando, sem parar...
Amo abraçar o vento, leve como o pensamento,
carregar conchas e sonhos, pensar que aqui sou feliz.
Se o tempo pesa nos ombros, confesso minha exaustão,
mas faço um novo poema para divertir a tristeza,
no final das contas a vida é boa e sonhos...bem,
sonhos são feitos para serem sonhados à toa...

Sônia Schmorantz



13 comentários:

Adolfo Payés disse...

Excelente como siempre..

Todo un placer leerte


Un abrazo
Saludos fraternos..

Fernanda disse...

Amiga Sónia,

Muitos parabéns por este seu belíssimo poema.
Quem ama assim a natureza e a beleza que a rodeia, o mar, as gaivotas e os seus voos, o som do mar, tudo o que é simples e tão ignorado é alguém extraordinário.
Continue porque consigo me identifico nesse amor e assim sonharemos à toa.

Beijinhos e boa semana.


PS. Desculpa se ando meia desaparecida, mas estou envolvida num projecto que me ocupa muito tempo.

Ricardo Calmon disse...

a sentir a brisa do mar em face minha,essa maresia em odor forma,as gaivotas e sosns seus peculiares ,a vida saudando,me fechou domingo esse com chave em puro ouro,como se girassol fosse!

bzu nas mãos senhora poeta miga amada nossa!

viva la vida!

Déia disse...

Gaivotas,

Lindas ,livres... nos transmitem uma paz, uma felicidade imensa!

Quero ser pássaro e sentir o calor do sol quando voo bem alto. Me refrescar num mergulho no mar, sair com um peixe no bico e feliz me alimentar!

bj

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Ah, Sonia, que versos tão delicados e cheios de verdades.
Bom saber mais um pouquinho de ti :)

Beijo e bom domingo

=)

Agulheta disse...

Sónia. Em cada palavra,é um hinoa natureza,onde escreves os sentimentos que a mesma,te envia para a alma.
Beijinho bs Lisa

Multiolhares disse...

Também amo o mar e vivo juntinho dele e como sabe bem, como nos inunda a vida de tranquilidade
beijinhos

Ianê Mello disse...

Poema digno de "a - mar".

Muito belo contemplar da beleza presente na natureza.

Beijos.

Andresa disse...

Ola sonia,
vim agradecer as palavras deixadas a mim tanto no blog do Alvaro como no Meu...
Beijos no coração
Andresa

ONG ALERTA disse...

sonhos são feito porque acreditamos que a vida pode ser diferente, paz.

Cadinho RoCo disse...

Quem cria os sonhos que sonhamos?
Cadinho RoCo

Norberto Marques disse...

Oi Sónia :)

Desejo-lhe uma boa semana .

Abraço

Norberto

A.S. disse...

Sónia...

Belo poema! O mar será sempre o grande fascinio dos poetas!

Nunca desistas dos teus sonhos, porque se eles se forem, tu continuarás vivendo... mas terás deixado de existir!

Beijos
AL

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.