.

.

05 janeiro 2010

Pedras e Sonhos



Eles não sabem que o sonho
é uma constante da vida
tão concreta e definida
como outra coisa qualquer,
como esta pedra cinzenta
em que me sento e descanso,
como este ribeiro manso
em serenos sobressaltos,
como estes pinheiros altos
que em verde e oiro se agitam,
como estas aves que gritam
em bebedeiras de azul.

Eles não sabem que o sonho
é vinho, é espuma, é fermento,
bichinho álacre e sedento,
de focinho pontiagudo,
que fossa através de tudo
num perpétuo movimento.



Eles não sabem que o sonho
é tela, é cor, é pincel,
base, fuste, capitel,
arco em ogiva, vitral,
pináculo de catedral,
contraponto, sinfonia,
máscara grega, magia,
que é retorta de alquimista,
mapa do mundo distante,
rosa-dos-ventos, Infante,
caravela quinhentista,
que é Cabo da Boa Esperança,
ouro, canela, marfim,
florete de espadachim,
bastidor, passo de dança,
Colombina e Arlequim,
passarola voadora,
pára-raios, locomotiva,
barco de proa festiva,
alto-forno, geradora,
cisão do átomo, radar,
ultra-som, televisão,
desembarque em foguetão
na superfície lunar.

Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida.
Que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança.

António Gedeão - Pedra filosofal

24 comentários:

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

"Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida. "

Que frase maisl linda e completa: na simplicidade resumiu a essencia de TUDO.
(Fiquei apaixonada pela pedra da primeira foto, serio mesmo)

=)

EDUARDO POISL disse...

Belo poema mais as fotos são lindas.
Beijos te amo

Sonhadora disse...

Sonia
Belo poema, mas as fotos são uma tela.
Adorei.
beijinhos

direitinho disse...

É sempre agradável recordar os poemas de António Gedeão. Este poema cantado pelo António Freire é uma mais valia que merece ser ouvido.
...Eles não sabem, nem sonham.......

arobos disse...

Imágenes maravillosas. Poema fantástico. Una alianza entre poesía y fotografía para construir un mundo de belleza.

Everson Russo disse...

Poema simplesmente lindo, de se perder em sonhos, e as imagens são de parar e ficar horas a apreciar...um belo dia pra ti...beijo

Pelos caminhos da vida. disse...

Que fotos mais lindas, me deu vontade de estar nesse lugar e sonhar...

Bom dia amiga.

beijooo.

Bloguinho da Zizi disse...

eles não sabem, mas você sabe como tocar o coração da gente.
Gratidão
Alzira

Bloguinho da Zizi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Malu disse...

Sônia, eles não sabem de tantas coisas... como diria Shakespeare "Sonhos que o homem sonha sempre, em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado."
Belo poema
Beijinhos

momo disse...

Onde é que guardo o tempo?
Agora posso dizer-vos que é dentro dos olhos.
Fernando Guimarães

en este NUEVO AÑO en que te deseo lo mejor del mundo, vengo a decirte hasta pronto , salgo para Sevilla de gira , pero ala vuelta aquí estaré de nuevo para leerte, y disfrutar con esta Ilha tan bella y sensible.
un abrazo de ventura y paz

Lu disse...

Que linda postagem* Amei!

Olha! Tudo de Bom p/vc neste ano novo* q sua ilha continue linda, com o vento batendo suave sobre as pedras* e as águas do mar refresque o seu dia* e tenha noites lindas após o pôr-do-sol.

Agulheta disse...

Este é um poema de Gedeão que adoro! Os sonhos sempre devem comandar a vida de cada um,e o homem avançar para um mundo melhor em cada dia.
Beijinho de amizade Lisa

Graça Pereira disse...

Sonhemos...para que a vida avance em 201O e nós...com ela!
Fotos lindissimas a ilustrar este poema de António Gedeão que ficaria feliz com sta escolha...
Um beijo
Graça

Frederico Salvo disse...

Belíssimo poema.
Obrigado por compartilhar.
Desejo um ótimo ano com muita saúde.
Beijo.

lidia disse...

GRACIAS,GRACIAS,GRACIAS! encontre la sabiduria en la piedra de la filosofia! brillante!
gracias por tus deseos seguidora!
poeta...buen año
lidia-la escriba
www.deloquenosehabla.blogspot.com

Claudinha ੴ disse...

Que belo poema, não conhecia! Mas , melhor que o poema são as fotografias do seu blog. Está belíssimo!
Beijos!

Vitor Chuva disse...

Olá Sonia!
Pessoalmente, acho que este poema é a forma mais fabulosa e encantadora de descrver o espírito humano e a evolução do Homen ao longo dos séculos.O essencial do muito que - nos -aconteceu está condensado nestas poucas linhas, duma forma absolutamente genial, e inspirada.
Parabéns por tê-lo trazido aqui!
Um abraço.
Vitor

Antonio Campos disse...

"Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida.
Que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos de uma criança."

Lindo precisa dizer mais do que esse final?

Amiga Sonia um abraço desde já bom final de semana.

SAM disse...

Fiquei fascinada com tanta beleza, Sonia! As fotos magnetizam e o poema belíssimo.


Beijos, amiga.

romantic disse...

eu não consigo deixar de sonhar!!!bjs sonia!

R.Ferrari disse...

Lindas fotos.

in natura disse...

Poema lindo, mas estou com o Eduardo as fotos são lindas, principalmente a primeira que a pedra me lembra uma baleia. Já se deu conta disso? Beijuss

VÓNY FERREIRA disse...

Este poema, é para mim uma espécie de oração
que vou rezando diariamente, para que a esperança e o sonho permaneçam inalteráveis,
Lindooooooooooooo
Bj Sônia

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.