.

.

20 janeiro 2010

Pequena Flor



Como pequena flor que recebeu uma chuva enorme
E se esforça por sustentar o oscilante cristal das gotas
Na seda frágil, e preservar o perfume que aí dorme

E vê passarem as leves borboletas livremente
E ouve cantarem os pássaros acordados sem angústia
E o sol claro do dia às claras estátuas beijando sente

E espera que se desprenda o excessivo, úmido orvalho
Pousado, trêmulo, e sabe que talvez o vento
A libertasse, porém a desprenderia do galho

E nesse temor e esperança aguarda o mistério transida
- Assim repleto de acasos e todo coberto de lágrimas
Há um coração nas lânguidas tardes que envolvem a vida.

Cecília Meireles



17 comentários:

R.Ferrari disse...

Muito linda a primeira foto. Perfeita.

Sônia Silvino disse...

Xará!
Antes de dormir, para ter bons sonhos, venho aqui ver lindas imagens e belos poemas.
Bjkas!!!

Sônia Silvino disse...

Xará!
Antes de dormir, para ter bons sonhos, venho aqui ver lindas imagens e belos poemas.
Bjkas!!!

FOTOS-SUSY disse...

OLA SONIA, BELISSIMO POEMA...AS FOTOS ESTAO MAGNIFICAS...ADOREI...VOTOS DE UM FELIZ DIA!!!
BEIJOS COM AMIZADE,


SUSY

Martini Bianco disse...

Olá Sônia, gostei muito do seu blog. Cheguei aqui por acaso e queria saber se as lindas fotos que tem aqui foram tiradas por si, e se são do Brasil ou também de outros países.
muito obrigada

direitinho disse...

Lindo o paralelo entre a pequena flor e um coração cheio de amor.
Se o primeiro lhe custa suportar a chuva, ao segundo lhe custará mais suportara dor.
Cecília Meireles tem destas coisas

Andresa disse...

Amiga
Um grande Poema, sempre somos uma flor, mas se tivermos raisez fortes haveremos de suportar tudo.
bjs
Andresa

Pelos caminhos da vida. disse...

Concordo com o que a Andresa falou...

Bom dia amiga.

beijooo.

Isaac Melo disse...

Olá Sônia,
seu blog, como sempre, bonito e encantador. Gosto bastante de Cecília também, uma poetisa fascinante!

Um grande abraço!

Lu disse...

Olá! Sônia!
Belo poema!
Falando em chuva, aqui está llovendo mucho, las flores não sustentam tantas gostas de chuva

REGGINA MOON disse...

Sônia,

Que maravilha de poema de Cecília, não conhecia...ótima escolha!!!

Um grande beijo e amo vir aqui na sua Ilha, é um momento realmente especial!

Grande beijo,

Reggina Moon

Graça Pereira disse...

Esperar...sempre, porque há um coração que espera e que se chama Vida!
Cecília Meireles a enfeitar o nosso fim de semana.
Um beijo
Graça

romantic disse...

visitando os amigos não poderia esquecer-te. lindo poema ,mais que fotos em? um grande bjo amiga!

Cris Tarcia disse...

Olá Sonia!

Que fotos lindas e o poema tb, encanta a alma

Uma linda noite

Beijos

A.S. disse...

Sónia...

É deliciosa e fascinante a fantasia poética do poema!

Um beijo
AL

AFRICA EM POESIA disse...

Sonia


venho agradecero carinho que recebi.
o meu dia de aniversário é um dia muito feliz para mim...
Gosto de o viver intensamente . E mais uma vez...consegui.
um beijo pelo carinho deixado É Bom ter amigos.
Agora vou preparar a festa da minha nova paixão...o meu livro do Sporting.

A vida vale por estes Momentos.

Sonhadora disse...

Minha querida Sonia
bela escolha, lindo poema.

beijinhos
Sonhadora

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.