.

.

29 janeiro 2010

Soneto do Corifeu



São demais os perigos desta vida
Para quem tem paixão, principalmente
Quando uma lua surge de repente
E se deixa no céu, como esquecida.

E se ao luar que atua desvairado
Vem se unir uma música qualquer
Aí então é preciso ter cuidado
Porque deve andar perto uma mulher.

Deve andar perto uma mulher que é feita
De música, luar e sentimento
E que a vida não quer, de tão perfeita.

Uma mulher que é como a própria Lua:
Tão linda que só espalha sofrimento
Tão cheia de pudor que vive nua.

Vinicius de Moraes




Clique nas imagens para vê-las em tamanho maior.

28 comentários:

Mariana disse...

Ler o Vinícius é maravilhoso e apreciar estas belas imagens, dá vontade de agradecer mais ainda a Deus pela Bela SC.
Eta lugar lindo, divino.
Deus caprichou.

Sonhadora disse...

Minha querida Sonia
Adoro Vinicíus, bela escolha.
lindas fotografias.

beijinhos
Sonhadora

Adrisol disse...

un canto a la vida..cómo siempre!!

gracias por compartir.

besos y buen finde

Maria Flor! disse...

Olá Sônia,
Grata pela visita.
Lindo seu blog, vou ficar por aqui te lendo.
Um ótimo final de semana.

Beijos da Flor!

Bhavesh Chhatbar disse...

There's an award for you on my blog. Take it and showcase it on your blog!

Beautiful Walls

susana disse...

Ontem a Lua estava cheia, deviam andar por aí, muitas mulheres perfeitas e perdidas!
Lindo poema e bonitas fotos!

Mariazita disse...

Olá, Sónia
Belíssimo, este soneto de Vinicius. Eu adoro a poesia dele.
Tem sempre um ligeiro toque de humor que a torna muito sua.

As fotos são maravilhosas.
Sem querer fazer distiinções :) essa do topo, do Eduardo, é fabulosa!

Bom fim de semana.

Beijinhos
Mariazita

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Sônia..obrigado pela presença lá no Verseiro e pelas palavras deixadas...são incentivos para que a gente continue.
Gosto muito de Vinicius...acho que ele soube mudar a forma de se escrever poemas...tinha uma habiliade enorme para manipular as posições das palavras dentro de um poema...detalhe que aprecio demais em sua forma de escrever...
Boa escolha...um abraço na alma...bjo...bom fim de semana...

Isa disse...

Vinicius sempre actual,inteligente,
sensível,alma que se Ama e respeita!
Bom FS para ti.
Beijo.
isa.

Everson Russo disse...

Grande Vinicius...muito bom,,,mas é muito bom enfrentar os grandes perigos da vida,,,principalmente no amor...beijo e otimo final de semana pra ti.

UIFPW08 disse...

lindo poemas..Ciao

Wanderley Elian Lima disse...

Ola Sonia
Obrigado pela força.
Um bom fim de semana
Abraço

Fernando Campanella disse...

Maravilhosa postagem, adoro este poema do Vinícius. Aliás lindos poemas, e belíssimas fotos,sempre vejo por aqui. Grande abraço, minha amiga

Corações e Segredos disse...

Ola amiga e vizinha,,rsss
Quanto tempo sem vir aqui, alias ando relapsa com amigos blogueiros, mas é por falta de tempo mesmo.
Obrigada pela visita e amavel comentario..
Desejo um final de semana Iluminado.
Carinho de RO!

rouxinol de Bernardim disse...

A nudez forte e sensual de uma poesia adulta e desinibida...

Um achado!

bom fds

Vitor Chuva disse...

Olá Sonia!

Vinicius de Morais sabia certamente do que falava...
Quem por temperamento é apaixonado, estará sempre mais perto de encontrar uma nova paixão, e o luar, diz-se, dá mesmo uma ajudinha!
Um abraço; bom fim de semana.
Vitor

Déia disse...

É sempre bom ler Vinícius!!!

Fotos agradabilíssimas, lindas!!

Adoro estar aqui.

bj

Sandokan disse...

Os grandes feitos são conseguidos não pela força, mas pela perseverança. Só precisamos de ter força para começar as nossas tarefas, perseverança para não parar no meio, inteligência para terminar e humildade para ver que ficou muito bom e não nos gabarmos.
Tudo o que um sonho precisa para ser realizado é alguém que acredite que ele possa ser realizado. Acredita em ti própria, pois és só tu que te podes alto julgar. Ousa, arrisca e nunca te arrependas. Não desistas jamais e aprende a valorizar quem te ama, esses sim merecem o teu respeito. Quanto ao resto, bom, ninguém nunca precisou de restos para ser feliz. As flores mais bonitas não são aquelas que estão no teu caminho, mas sim aquelas que nasceram depois da tua passagem.
Desejo-te um fim-de-semana repleto de alegrias.
JC

momo disse...

Que placer volver de uno de esos viajes , y encontrarme de nuevo con la belleza de tu orilla, con tus gaivotas, con tu mar, con tu sensibilidad .
Es como volver a casa.

Mar Arável disse...

Muito belo

Bjs

Olhar o mar disse...

Olá Sonia,

Um belo poema de Vinicius de Moraes para um blog onde a poesia contagia quem o visita.
Um abraço enorme de amizade para vc e seus amores, segue com esta onda que envio com sabor a Portugal e a fraternidade.
Um bom fim de semana
olharomar

Gaspar de Jesus disse...

Olá SÔNIA
Excelente este poema do grande VINICIO.
Votos de um excelente Domingo.
Bjs
G.J.

Antonio Campos disse...

Que dizer desse poema do mestre? Genial. Bom final de semana minha amiga a ti e a todos os que sempre contigo estão. E aqueles que longe os sentes próximos também estão. Pois o coração os acolhe os sente ainda mais juntos.

Eduardo Aleixo disse...

Mulher-beleza-amor-sofrimento...
Vinicius sabia do que falava.
A gente, compreende.
Eu compreendo.
Bom domingo.

Branca disse...

Cada vez que releio esse soneto mais bonito ele fica...

Boa escolha, como sempre amiga!

Boa noite, bom domingo e que a semana venha repleta de alegrias pra vc!

Ana Martins disse...

Tão lindo este soneto!

Beijinhos,
Ana Martins

Juliana Paez disse...

Oi Soninhaaa!!!

Vinícius de Moraes, dispensa qualquer comentário!!
Sua escolha não poderia ter sido melhor...que bom receber essas palavras, nesta noite tranquila e tão cheia de emoções.

Obrigada minha querida!!

Bjo grande da JU

Leonor Lourenço disse...

Ete Vinicious é mesmo especial. Beijinho e boa seana de trabalho Leonor:)

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.