.

.

18 janeiro 2010

TESTAMENTO, ENTRE OS PINHEIROS E O MAR


                               
Se eu morrer primeiro do que tu,  
salva a ternura que salvei.  
   
Depois, se te doer, firma o olhar  
nas ondas mais longínquas do mar largo,   
destrói a dor nas lágrimas, e o vento  
que te esvoace a saia e o cabelo,    
pinheiro firme, cego dos sentidos,  
entre as flores silvestres e a espuma...  
   
E o indício de tudo ter passado  
(eu, um tempo feliz que se recorda)  
é sentires o longo, íntimo afago  
do marulho do mar, mão pelos cabelos... 

José Fernandes Fafe



18 comentários:

EDUARDO POISL disse...

Eu te amo Sônia, linda postagem.
Beijos

Georgia disse...

Sonia, lindo poema, lindas imagens.

Um beijao

Wanderley Elian Lima disse...

Um acordo para salvar a ternura. Todos os homens deveriam fazer esse acordo.
Um abraço

Everson Russo disse...

Um lindo poema, um amor eterno, tudo que precisamos...um belo dia pra ti amiga,,,um beijo no coração.

Dora Regina disse...

Bom Dia, Sonia.
Aqui encontro coisas tão simples, e ao mesmo tempo tão especiais...
Desejo um dia lindo, assim como você!
Um abraço.

RaSena disse...

"Deus te abençoe , por onde fores ,
e te conserve as luzes , em que
extingues , removes ou reduzes ,
os problemas , as lágrimas ,e as dores !!" ( Irene S. Pinto)
tenha uma semana abençoada,
abraços,

MARIA L. BÓZOLI disse...

Bom dia querida Sonia!

Ahhhhh...entre os pinheiros e o mar

Como sempre lindo poema , lindas imagens....amo isso aki.

Beijos M@ria

*izil* disse...

Que belo lugar, deve ser como morar no céu.
Abraços
Izil

Vitor Chuva disse...

Olá Sonia!

O carinho que fica para além do momento da partida, sem egoismo, como forma de continuação do amor vivido:Bonitos pensamentos!
Bonitas paisagens!
Um abraço.
Vitor

Adolfo Payés disse...

Perdón por mi ausencia de estos días.. no me siento muy bien de ánimos.. Ya mas tranquilo me pondré al día con sus blog.. mas adelante.
Lo siento.

Un abrazo
Saludos fraternos..

tossan disse...

Bom acordo esse....Uma tarefa muito difícil, mas que pode ser feita com o amor e cariho. Espero que eles não morram. Belo poema e fotos. Beijo

Retalhos de Amor disse...

Que o sonho se faça inteiro
D’um azul celestial
Manhãs florescentes sorrisos
Sol da Felicidade!!!

F E L I Z * 2 0 1 0 ! ! !

Beijo saudoso...
No teu coração, Linda Sônia!!!
Iza

Adélia Nenevê disse...

Oi Sônia !
Seu blog não poderia ficar de fora das minhas indicações:
Tem um selo prá vc no meu blo: http://wwwrespingosadelia.blogspot.com/

Parabéns pelo seu ótimo blog !
Bjs
Adélia

Maria João disse...

Sonia

Este é poema para guardar dentro de nós.. quem sabe ele não diz tudo o que gostariamos que fosse lembrado um dia?

Um beijinho, perdoa a ausência!

R.Ferrari disse...

Belo poema, lindas fotos. Grande dia de praia.

Claudinha ੴ disse...

Olá Sônia!
Eu sempre me pergunto, quem de nós dois será aquele a apagar a luz do quarto pela última vez? Que fique a ternura, lindo texto. Beijo!

Antonio Campos disse...

Tudo aqui é lindo minha amiga. Mas permita-me dizer que o primeiro comentário do nosso amigo Eduardo uma declaração de amor abrilhanta ainda mais poema e paisagem.

RETIRO do ÉDEN disse...

Lindíssimo lugar onde vivem
É a mão de DEUS em toda a envolvência.
Lindo poema escolhido.
Abraço
Mer

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.