.

.

07 fevereiro 2010

Fragmento do eterno



Em meio ao tumulto
um manso olhar se aproxima.
Uma só voz quase inaudível
esforça-se por ser ouvida…
A entropia parece contaminar
toda sensatez, até mesmo a dos mais sensatos.



No entanto, persiste a mansidão
naquele olhar tranquilo,
daquela voz que não se altera.
Nada que possa mudar as estatísticas,
nada que será manchete nos jornais,amanhã.



Mas,o Universo,com seus mágicos receptores
há de captar esse silêncio expressivo
e a mútua compreensão que se instalou
entre seres que se percebem, inteiros.
No mundo fragmentado e transitório das informações
momentos como este passarão…



Idéias transformam-se, vozes diluem-se a cada segundo…
no entanto,ao menos um fragmento do que é eterno,
desprende-se e,retorna às suas origens.
E,a esperança de um dia  reencontrá-lo,
dá todo significado à existência…

28 28UTC março 28UTC 2009
http://versolivre.blog.terra.com.br/



As imagens são deste domingo na praia, num imenso calor uma homenagem a estes seres anônimos que dão este colorido mágico. No Ilha da Magia, link ao lado, um poema sobre os Seres Anônimos.

22 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Uma homenagem bem colorida.

Com o calor que está fazendo só mesmo uma praia para refrescar.

Uma semana de luz.

beijooo.

AFRICA EM POESIA disse...

SONIA


Vi as fotos...

Saudade...
Da praia...
Do calor...

AQUI...

Tanta chuva
tanto frio...

" um beijo

"Cantinho Poético" disse...

Olá!!

A caneta do poeta
grita em silêncio
arranha letras
um rascunho de tinta
desenha o papel

Calor arrepia
calafrio derrete
escorre escarlate
folhagem de letras
restos densos
de sua alma nua


Amor e paz na nova semana...Beijos!!

Dora Regina disse...

Lindo como sempre são os poemas que aqui encontro...
Deixo aqui meu abraço carinhoso e o desejo de uma semana com muita paz e luz!

Adolfo Payés disse...

Un inmenso placer pasar a leerte siempre..

Un abrazo
Saludos fraternos...

Que tengas una semana excelente..

RETIRO do ÉDEN disse...

Que belas fotos ...
Por aqui, ainda o frio húmido e chuva.
Bjs.sinceros
Mer

Andresa disse...

Praia , sol e verão, num lugar maravilhoso, exite coisa melhor.
Bjs
ANdresa

Georgia disse...

Sonia, uma homenagem cheia de vida. Lindas imagens acompanhadas de palavras iluminadas.

Hoje estou dando uma entrevista neste blog:

http://vidablogueira.blogspot.com/2010/02/georgia-e-saia-justa.html

Vou gostar de te ver por lá.

Te desejo uma ótima semana

Abracos Georgia

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Lindo, lindo. Votos de uma bela semana

MONE disse...

Querida que bela homenagem, adorei o teu Blog esta lindo, e vc escreve lindamente.
Bjinhos

Baby disse...

Num dia de calor intenso, nada como a simples visão de um mar convidativo o colorido de uns quantos belos corpos semi desnudos.

Linda postagem!.
Beijos.

Betty disse...

Hola Sonia, no encontre el traductor en tu pagina, y me cuesta mucho entender el portugues. Por favor, colocalo al comienzo de la pagina. Gracias! Hermosa y muy bien lograda la pagina de wordexpres, se aprecian en muy buena resolución las fotos.

in natura disse...

Que vida boa é o verão, mas só na praia e limpa com o povo mais civilizado do que aqui. Muito lindo texto, fotos alegres iguais o teu sorriso e a saudade também. Beijuss

ju rigoni disse...

Um belo poema,Sonia!

E adorei as fotos. O verão por aqui também só é possível junto ao mar. Mas, agora, nas férias, e com a proximidade do Carnaval, vai ficando quase impossível ir à praia, sempre lotada.

Gosto bem mais da minha roça com mar fora da alta temporada.

Agora, vou lá conhecer o seu outro blogue. Bjs e inté!

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Sonia
São vários os anônimos em nossa vida, e nem percebemos o tanto que eles são importentes, porque muitas vezes não temos a sensibilidade para tal.
Um abraço

António Gallobar disse...

Olá amiga Sónia

Parabens pelo poema e pelas imagens principalmente para nós cá deste lado do Atlantico com temperaturas baixinhas é um sonho pensar no Brasil...

Parabens beijinho

Gaspar de Jesus disse...

Olá SÔNIA
Obrigado por estas imagens do MARAVILHOSO BRASIL.
É bem verdade que se Deus fosse humano, seria concerteza brasileiro...rsrsrs
Bjs
G.j.

Daniel Costa disse...

Sónia

Para além de gostar do poema, as fotos estão espectaculares, que fotógrafa e que condições de luminusidade!
Parabéns!...

Há muito tenho em mente escrever o poema SÓNIA, cheguei a deixar o meu E-Mail danielcosta@tele2.pt
Como o poema é nominal, pretendo permissão para escolher fotos no teu blog, ou escolhas tu e envies num Mail as que entenderes. Pesquisarei pormenores no blog.
Ficaria grato se dissesses algo, seja o que for e como for, já que sou descomplicado.
Daniel

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Amiga.

É tão bonito quando em nós permanece viva a capacidade de ver as pessoas do modo como elas são,
com suas vidas, a escrever de modo anônimo as nossas vidas.

Linda semana para ti.

Nilson Barcelli disse...

Se pensarmos que cada um de nós carrega uma história bem complexa e rica em detalhes, se fosse possível saber a história do conjunto de pessoas anónimas que está numa praia, teríamos quase a história do mundo, de há muitos anos até hoje.
Querida amiga, as suas belas palavras transportam-nos para um mundo do imaginário, onde tudo é realidade, em grande parte desconhecida.
Gostei imenso das suas fotos e do texto.
Boa semana, beijos.

Eduardo Aleixo disse...

Só para lhe desejar uma boa semana.

Karina Aldrighis disse...

Lindo colorido de verão!Que vontade de praia! abraços

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.