.

.

14 abril 2010

Das Palavras




São difíceis as palavras,
nem sempre espadas,
nem sempre flores,
entrelaçadas são poesia,
disparadas são armas,
tristeza e melancolia.
Ás vezes amor, às vezes inferno,
vêm do fundo da alma,
explícitas ou veladas,
ressoam tristemente bêbadas,
às vezes verão, às vezes inverno.
Penetram clandestinas na alma,
como bordados feito à mão,
fogem quando mais se precisa,
São reais ou mera ilusão.
Palavras de amor não ditas,
são silenciosas reticências,
fugazes e sorrateiras,
levam poemas nas asas, mas
adormecem escondidas na mão…
Sônia Schmorantz



Imagem 1: Forte em Florianópolis, SC
captada pela amiga Helena Antunes de Morais

25 comentários:

SolBarreto disse...

Lindo poema Sonia..
"São difíceis as palavras,
nem sempre espadas,
nem sempre flores,
entrelaçadas são poesia,
disparadas são armas,"
Nossa a mais pura verdade. ...

Tati e Cartei disse...

Lindo texto as imagens são maravilhosas!!! Sou apaixonada por Florianópolis, é realmente a Ilha da Magia. Seu Blog é muito bonito, parabéns,Bjus!

direitinho disse...

São difíceis as palavras,
nem sempre espadas,
nem sempre flores,
entrelaçadas são poesia,
disparadas são armas,
tristeza e melancolia

Maravilhoso, este poema. Muitos dias quero escrever palavras que não sei.
Aqui deixaste a tua mensagem.
A parte final é ainda mais encantadora.
As palavras de amor levam poemas nas asas e correm sorrateiras...

MARISEL disse...

Que lindo poema, me gustó mucho, gracias por tu visita a mi espacio he andado un poco ausente por la edición de mi libro, nunca pensé que fuera algo tan complicado, pero poco a poco voy retomando la calma.
Besos
Marisel

SAM disse...

Sonia,

este poema é simplesmente belíssimo! Muita sensibilidade e talento. Parabéns!


Carinhoso beijo, amiga.

Princesa disse...

Os amigos são como anjos e estrelas,
tu nem sempre os vês, mas sabes que
sempre estão lá. Um lindo restante de
semana, bjs.

Por toda minha Vida disse...

Bom dia, Sônia.

A poesia é linda, contudo, sou obrigada a dizer que adoro suas fotos, lindas, lugares que nos fazem sonhar.

Beijos e parabéns pela poesia que faz através da lente.

Renata

Por toda minha Vida disse...

Acabei esquecendo, você é 1000.
Palavras de amor não ditas,
são silenciosas reticências,
fugazes e sorrateiras,
levam poemas nas asas, mas
adormecem escondidas na mão…
Sônia Schmorantz

Lindo demais...

Malu disse...

Muitas vezes as palavras mais belas apenas grudam no coração.

Sabemos que elas estão ali e dali não saem.

Belo, amiga.

Beijinhos

Tatiana disse...

Ao ler as suas poesias e poemas... Fico sempre com a sensação de encontrar aqui com um grande coração!

Tudo muito lindo!

Deixo um beijo com imenso carinho!

Maria Valadas disse...

Um belíssimo poema que me "tocou" na alma:

" São difíceis as palavras,
nem sempre espadas,
nem sempre flores,
entrelaçadas são poesia,
disparadas são armas,
tristeza e melancolia."

Genial!

Beijo com amizade.

tossan disse...

As palavras saem fácil da tua belíssima poesia. Gostei muito das fotos. Beijo

REGGINA MOON disse...

Sônia querida!!!!

Que lindo esse seu poema...simplesmente perfeito!!

Se me permite, levarei comigo para postar oportunamente em um de meus Blogs...ok?

Uma pérola!!!Parabéns!!!

Beijos!

Reggina Moon

Retire en meu Blog o selinho "Esse Blog não me sai sa Cabeça"...é seu!

Vitor Chuva disse...

Olá Sonia!
É muito bonito; as palvras traduzem o nosso estado de espírito, os sentimentos, e a Sónia di-lo duma forma eloquente e muito linda.
Um abraço.
Vitor

R.Ferrari disse...

Belo texto. Realmente o poder das palavras é incalculável.
Como sempre lindas fotos, de muita qualidade.

Baby disse...

Sónia, dos poemas mais lindos que já li...e fala de palavras que são o instrumento que mais me toca a alma.
Tomei a liberdade de o guardar, pois quer lê-lo sempre.

Um beijinho.

Wanderley Elian Lima disse...

Realmente as palavras são perigosas porque não têm volta, falou tá falado. Podem tanto acalentar como ferir, por isso devemos tomar cuidado com ela.
Um abraço

Pelos caminhos da vida. disse...

Quer saber porque vc é E-S-P-E-C-I-A-L???

Te espero lá no meu cantinho.

beijooo.

Mar Arável disse...

São seres vivos

por vezes respiram por guelras

Phivos Nicolaides disse...

Oi amiga Sonia! Que lindo poema.
Travelling

Maria L. Bózoli disse...

"A primavera chegará,
mesmo que ninguém mais saiba seu nome,
nem acredite no calendário,
nem possua jardim para recebê-la."

Cecília Meireles


Beijos poéticos de Boa Noite!

Priscila Rôde disse...

" São difíceis as palavras,
nem sempre espadas,
nem sempre flores,
entrelaçadas são poesia,
disparadas são armas,
tristeza e melancolia."

São lindas,lindas...

Mahria disse...

Quão poderosas são as palavras. Quando mal proferidas são um desastre. Quando ditas com amor e afeto são bençãos. Existe até um dito bem conhecido: "as palavras tem poder". E como tem...


Bjs
Mah

SolBarreto disse...

Não tenho o dom das palavras como você, e minha forma de demostrar o quanto gosto do seu cantinho foi deixando um mimo pra você no meu...da uma passadinha la...

"Cantinho Poético" disse...

O amor é grande e cabe nesta janela sobre o mar. O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar. O amor é grande e cabe no breve espaço de beijar.

Carlos Drummond de Andrade

Amor & Paz na sua noite!!

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.