.

.

06 junho 2010

Anunciação


Toca essa musica de seda, frouxa e trêmula
que apenas embala a noite e balança as estrelas noutro mar.

Do fundo da escuridão nascem vagos navios de ouro,
com as mãos de esquecidos corpos quase desmanchados no vento.

E o vento bate nas cordas, e estremecem as velas opacas,
e a água derrete um brilho fino, que em si mesmo logo se perde.

Toca essa musica de seda, entre areias e nuvens e espumas.

Os remos pararão no meio da onda, entre os peixes suspensos;
e as cordas partidas andarão pelos ares dançando à toa.

Cessará essa musica de sombra, que apenas indica valores de ar.
Não haverá mais nossa vida, talvez não haja nem o pó que fomos.

E a memória de tudo desmanchará sua dunas desertas,
e em navios novos homens eternos navegarão.

Cecília Meireles





13 comentários:

"Cantinho Poético" disse...

Maravilhosa Cecília.....sem comentários.

Sobre as rosas que perfumam meus caminhos
eu declino cores, sons, versos e rimas
que dormitam em gotas de sereno
que as noites ligeiramente frias vem beijar...

Em mim há só amor, inspiração e poesia
embebidas no doce ar que respiro.

Denise Flor ©

Beijos perfumados no coração...M@ria

Sônia Silvino disse...

Vim matar as saudades deste lindo espaço!
Bjkas, muitas!

José Carlos Brandão disse...

Este foi um dos primeiros poemas de Cecília Meireles que me encantaram. Música pura.
Um grande abraço.

direitinho disse...

Maravilhoso este poema de Cecília Meireles.
Parece que navegamos naquela música suave como a seda e tocada pelo vento
Vale a pena ler e sonhar com tão belas palavras muiscais.

Osvaldo disse...

Oi Sônia;

Eu sei que se torna repetitivo enaltecer Cecília Meireles, mas nós nunca nos cansamos de a ler. E este é daqueles poemas em que temos vontade de inventar todos os acordes musicais possiveis para lhe dedicar.
bjs, Sônia.
Osvaldo

Chica disse...

Me energizo vendo essas fotos por aqui.Lindo tudo!beijos,chica

LOURO disse...

Olá Sónia!

Lindas fotos...Com um belo poema de Cícilia Meireles!!!Parabêns pela escolha...
Beijinhos de carinho e amizade
Lourenço

Sonhadora disse...

Minha querida
Simplesmente belo, este poema.

Beijinhos
Sonhadora

Sonhadora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Phivos Nicolaides disse...

Muito boas fotos de lugares bonitos. Muitos cumprimentos. Travelling

Priscila Rôde disse...

Escolha maravilhosa!
Guardei comigo. :)

Uma linda semana, Sonia!

Dora Regina disse...

Belo poema Sonia, gostei imensamente!.
Abraços e tenha uma ótima semana.

C@urosa disse...

Olá querida Sonia, a imortal Cecília sempre perfeita e cativante.E que as sombras amorosas se encontrem em momentos sublime prazer. E uma mensagem de paz, harmonia e uma semana produtiva.
A energia que nos move para dias melhores e muita felicidade.

forte abraço

C@urosa

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.