.

.

22 junho 2010

AS ÁRVORES BOTTICELLIANAS






O alfabeto das árvores
vai desmaiando na canção das folhas
as hastes cortadas
das finas letras que escreviam
inverno e frio foram iluminadas
com pontas de verde
pela chuva e o sol —
as regras simples e estritas dos ramos retos
vão sendo alteradas por ses de cor
pinçados, por cláusulas devotas
os sorrisos de amor —
até as frases desnudas
se moverem como braços
e pernas de mulher sob o tecido
e em sigilo o louvor entoarem do desejo
e do império do amor no estio —
no estio a canção canta-se por si
acima das palavras surdas.

William Carlos Williams
Tradução de José Paulo Paes




15 comentários:

Isa disse...

Belíssima escolha,querida Sônia. E as fotos?! Lindas!!
Beijo.
isa.

tossan® disse...

Gostei das fotos! Belo poema! Se eu pudesse mudaria pra Ilha. Beijo

Chica disse...

Maravilha,Sonia!um lindo dia!beijos,chica

Agulheta disse...

Querida amiga! Quanta beleza aqui,nas palavras e nas fotos que sempre me encantam...lugar lindo.
Beijinho e tudo de bom.

Malu disse...

Que árvores tão belas para ilustra um poema tão lindo!
Amei!
Beijinhos, Sônia...
Ainda a ouvir Smile> Ah!!! Que delícia...

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Sonia
Não conhecia nem o poema, nem o poeta. Gostei.
Um abraço

AROBOS disse...

Mis ocupaciones de los últimos días no me han permitido visitar tu blog. Vengo hoy a disfrutar de la poesía que nos ofreces. Un saludo.

Mar Arável disse...

Tudo paradisíaco

Bj

in natura disse...

Olá Sonia, tudo muito bonito, poema e tuas fotos cheio de vida. Saudade daí e de voês. Beijuss

Amor feito Poesia disse...

Tem selinho aqui prá todos os meus amigos.
Venha buscar os seus.....Carinho meus! M@ria

Natural.Origin disse...

Belo:)

leonorcordeiro disse...

Querida Sônia,

Passsando para deixar o meu abraço e alimentar minh'alma com suas postagens encantadoras.
bjs!!!

Leonor Cordeiro

R.Ferrari disse...

Lindissima fotos.
Abraços.

Sonhadora disse...

Minha querida Sonia
uma bela escolha para este lindo poema.

Beijinhos
Sonhadora

ANTOLOGIA POÉTICA disse...

Antologia Poética oferece um carinho prá voce.Venha buscar os selinhos que lhe ofereço.

Beijos na alma M@ria

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.