.

.

09 junho 2010

Reflexo


A paz que se queria, a ausência vai dar.
A tristeza vai substituir a ansiedade.
A lágrima escorre no lugar do suor.
A saudade vai amainar o medo.
A dor quebra o prazer.
A vida se esvai
E lentamente
Se acaba
Se acaba
E lentamente
A vida se esvai
A dor quebra o prazer
A saudade vai amainar o medo
A lágrima escorre no lugar do suor
A tristeza vai substituir a ansiedade
A paz que se queria, a ausência vai dar.

Carlucho Vitaliano



12 comentários:

SolBarreto disse...

Muito legal...
Tanto a forma, como o texto...
E as imagens, bem essas nem preciso falar ne rsrrsr lindissimas

Sônia Silvino disse...

******************************
Boa noite!!!
Soninha, minha querida!!!
Vim deixar-te uma beijoca
e um abraço com saudades!
Sônia Silvino's Blogs
Vários temas, um só coração!
******************************
SIMPLES

Quando tudo na vida
perde um pouco o encanto,
quando os problemas se avolumam
dando vazão ao desânimo,
faça silêncio íntimo e deixe falar
a voz profunda, nosso Deus interno.
Para toda adversidade
sempre haverá uma solução...
Todas as respostas estão dentro de nós
à espera de que as procuremos,
porque tudo nos foi dado pelo Criador
para que vivamos com simplicidade e fé,
alicerçados no bem e no otimismo
que a tudo contagia...
Não precisamos complicar a vida
para vivermos com dignidade e sabiamente...
Pois a vida é demasiadamente simples
para aqueles que carregam o brilho do amor no olhar!

Denise Flor©
******************************************************
Meus blogs te esperam cheios de novidades!

direitinho disse...

Olhando a foto com esse azul marinho pensei que construções seriam estas.
Via as casa não na linha do oceano mas na linha do céu.
Que coisas estranhas que ando a ver...

Stella Tavares disse...

Querida Sônia,
Senti tanta saudade desse vento de beleza e poesia. Adorei voltar e passear por entre belas imagens e poemas.Senti muita falta desse espaço, de me encantar com as postagens que você compartilha.
Bjs

AROBOS disse...

Versos geométricos y apaciguantes imágenes. Llevo días sin pasar por aquí por razones de trabajo. Un saludo.

FERNANDINHA & POEMAS disse...

OLÁ QUERIDA SÓNIA, MARAVILHOSA POSTAGEM...LINDAS AS FOTOS E O POEMA... VOTOS DE UM BOM FIM DE SEMANA... ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

poetaeusou . . . disse...

*
um lindo poema,
numa boa escolha,
,
brisas mareantes,
ficam,
,
*

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Poema belo. para cada ação... uma reação. Inclusive no tocante a sentimentos. Um abração. Fotos lindas também.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Sonia
Muito criativa a duplicidade desse poema. Amei.
Um abraço

Rosemildo Sales Furtado disse...

Ótima escolha, belo poema e muito criativo o reflaxo. Acredito que quando o Carlucho fez esse poema, estava diante de um espelho.

Abraços,

Furtado.

Priscila Rôde disse...

Sonia, fiquei maravilhada com a criatividade!


Adorei!

Helena Castelli disse...

Sônia querida, este poema ficou lindo esteticamente!

Vim deixar meu carinho.
Helena

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.