.

.

06 julho 2010

VAZIO


A vida precisa do vazio:
a lagarta dorme num vazio chamado casulo
até se transformar em borboleta.
A música precisa de um vazio
chamado silêncio para ser ouvida.
Um poema precisa do vazio
da folha de papel em branco para ser escrito.
E as pessoas, para serem belas e amadas,
precisam ter um vazio dentro delas.
A maioria acha o contrário;
pensa que o bom é ser cheio.
Essas são as pessoas que se acham
cheias de verdades e sabedoria
e falam sem parar.
São umas chatas quando não são autoritárias.
Bonitas são as pessoas que falam pouco e sabem escutar.
A essas pessoas é fácil amar.
Elas estão cheias de vazio.
E é no vazio da distância que vive a saudade...

Rubem Alvez
(Correio Popular, Caderno C, 24/02/2002)



9 comentários:

Luís Coelho disse...

Bom dia
Um poema para pensar vazio.
Tantas coisas que buscamos para preencher o nosso vazio que continua sempre vazio.
As coisas boas que buscamos deixam sempre um desejo de algo mais e ainda mais perfeito.

momo disse...

aunque ultimamente , no paso por ls orillas por falta de tiempo..cada vez que tengo un ratito vengo a tu orilla en busca de belleza sentimiento y paz..
te deseo un feliz verano lleno de amor y felicidad , y te doy las gracias por llenar estos momentos de belleza.
un abrazo desde una orilla con saudade

Priscila Rôde disse...

É por esse vazio que se busca tanto. Sem ele, o que buscar? O que tentar?

Concordo! :)

Um beijo.

Richard Mathenhauer disse...

Creio que há sempre dois lados: o vazio pode sim ser esse espaço aberto a coisas boas, como ao poema na folha vazia, à música ao silêncio. Mas, há outros tipos de vazios que não são poeticamente preenchidos.

(Suas imagens são sempre lindas... preenchem o vazio do meu horizonte!)

Abraços com afeto sincero,

Richard Mathenhauer disse...

Creio que há sempre dois lados: o vazio pode sim ser esse espaço aberto a coisas boas, como ao poema na folha vazia, à música ao silêncio. Mas, há outros tipos de vazios que não são poeticamente preenchidos.

(Suas imagens são sempre lindas... preenchem o vazio do meu horizonte!)

Abraços com afeto sincero,

Carla disse...

porque o vazio permite-nos enche-lo de tudo o que amamos
beijos em desalinho

Wanderley Elian Lima disse...

No vazio e no silêncio é que crescemos como pessoas.
Um abraço

Ivana Marisa Altafin disse...

Oi Sônia,
Concordo com o colega Wanderley,no vazio crescemos e nos tornamos mais maduras e felizes. Um abraço!

Fada do Mar Suave disse...

MIM


O tempo transcorre em mim
Celeremente. Tão afoito que finda.
Acho que sei, afinal, a que vim.
E já me vou. Uma pena.
Não há tempo mais pra mim.
Volto à silente matéria cósmica
Que em mim, um dia, se organizou
Para me ser. Uma vez, uma vez somente.


DARCY RIBEIRO


Lindo Blog! Sua criação encheu minha noite de poesia e encanto. Um prazer estar em seu canto.
Com carinho da Fada do Mar Suave.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.