.

.

27 agosto 2010

E a vida desliza...


E a vida desliza,
tão macia e lenta
tão cheia de luz,
tão cheia de graça
como as águas tranquilas
dum rio que caminha em direção ao mar...
Esse mar que o espera
para o abraçar.
E o vento que sopra
quando o dia amanhece
vem roubar meus sonhos
e os leva para longe,
percorrendo vales,
subindo montanhas
e então acontece
que eles se dispersam em mil asas brancas
que voam planando
e por fim mergulham
no meio do mar...
Esse mar que os espera
para os abraçar...


BABY
LAGOS, ALGARVE, PORTUGAL
http://mar-la-vento.blogspot.com/
Voltando aos poucos o colorido da próxima primavera!

11 comentários:

tossan® disse...

A poesia nasce como expressão dos sentidos humanos: Poucos cantam seus versos e cicatrizam suas cóleras. Assim o homem que canta a sua utopia rima um pouco a realidade.
Adorei as fotos e o poema. Beijo

C@urosa disse...

Olá querida Sonia, a vida, realmente fica mansa, macia, leve diante de tão belas imagens, parabéns pela qualidade, sempre.Paz e harmonia em seus dias.

forte abraço

C@urosa

Isa disse...

E como é bom chegar aqui e ler-te,
sentir a paisagem que nos transmite uma calma preciosa,neste mundo louco.
"Levei-te" o banco.
Beijo.
isa.

Chica disse...

Adoro vir aqui,encontro palavras lindas e fotos que enchem os olhos.

beijos,chica

Rosemildo Sales Furtado disse...

Sonhar é um direito que ainda não nos foi confiscado. Lindo poema. Bela escolha.

Abraços e ótimo final de semana pra ti e para os teus.

Furtado.

Richard Mathenhauer disse...

O Sol poente estava uma grande bola vermelha suspensa no céu da vizinha Piracicaba. Cena linda, como esta do seu Sol.

Abraços ao som de Strauss,

Amor feito Poesia disse...

Não fiques em terreno plano.
Não subas muito alto.
O mais belo olhar sobre o mundo
Está a meia encosta.


Friedrich Nietzsche

Um Domingo de amor & Paz...Beijos!

Carmem Teresa disse...

Como o rio que segue perfeito ao mar, seguem também as palavras pelo fluxo certeiro da poesia... Passam a vida, as lições, os abraços , os encontros...e a palavra está sempre lá, de mãos estendidas... Bela postagem, Sonia. Abçs.

Carmem Teresa disse...

Como o rio que segue perfeito ao mar, seguem também as palavras pelo fluxo certeiro da poesia... Passam a vida, as lições, os abraços , os encontros...e a palavra está sempre lá, de mãos estendidas... Bela postagem, Sonia. Abçs.

Carmem Teresa disse...

Como o rio que segue perfeito ao mar, seguem também as palavras pelo fluxo certeiro da poesia... Passam a vida, as lições, os abraços , os encontros...e a palavra está sempre lá, de mãos estendidas... Bela postagem, Sonia. Abçs.

Carmem Teresa disse...

Como o rio que segue perfeito ao mar, seguem também as palavras pelo fluxo certeiro da poesia... Passam a vida, as lições, os abraços , os encontros...e a palavra está sempre lá, de mãos estendidas... Bela postagem, Sonia. Abçs.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.