.

.

12 agosto 2010

Poemas de Verão do Poetaeusou


Dança comigo
o bailado da vida
escrevendo no palco
a palavra amor,
num passo a três tempos
mendiga-me um beijo
balanceando olhares
nas suplicas etéreas,
e no salão esmeraldino
sobranceiro ao mar
quereres inacabados,
cingidos, apertados,
perdendo o medo,
guardarão segredo
do azulado valsar !

poetaeusou



9 comentários:

Adolfo Payés disse...

Espero ponerme al día con tus letras..

Un abrazo
Con mis
Saludos fraternos de siempre..

Que disfrutes un bello fin de semana...

ANTOLOGIA POÉTICA disse...

"Liberdade é uma palavra que o sonho humano alimenta, não há ninguém que a explique e ninguém que não a entenda."

(Cecília Meireles)


Saudaçoes Poéticas......Beijos!

Malu disse...

Poema... poesia... poemar...
Este entrelaçar de palavras que contrói o amor nosso de cada dia.
Um beijinho, amiga

Agulheta disse...

Sónia.Depois de alguma ausência por motivos vários,de volta a este espaço,leio um belo poema de um amigo comum que escreve divinal.Esta poema bailado,vai ao encontro do amor e do mar.
Beijinho bfs

Amor feito Poesia disse...

"As coisas tangíveis tornam-se insensíveis à alma da mão. Mas as coisas findas, muito mais que lindas, essas ficarão."

(Carlos Drummond de Andrade)

BOM FDS !Beijos de coração prá coração...M@ria

Rosemildo Sales Furtado disse...

Plá Sônia! Passando para te desejar um ótimo final de semana e dizer que adorei o poema, muito profundo. Bela escolha. Parabéns!

Abraços,

Furtado.

poetaeusou . . . disse...

*
Amiga
,
os meus agradecimentos
têm o cheiro a lavado
dos vapores do mar
são asas suspensas
filtrando o olfacto
restolhos de algas
moléculas de argila
brisas de fragrâncias
espumosas partículas
na verdade eterna
da minha gratidão !
,
brisas serenas, deixo,
,
*

in natura disse...

O José époetasim e você também. As fotos são lindas!
Aí deve estar mais frio que aqui Sônia só com muita roupa não é? Beijuss

Carmem Teresa disse...

O mar dança com o vento...as ondas dançam com as praias... e o Homem que dança solta-se ao vento...e o infinito azul transborda seu pensamento... Parabéns ao poeta e a vc, Sonia, pela bela escolha desse texto. Abraços....

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.