.

.

15 agosto 2010

Pôr do Sol




Pelo vão da janela escancarada
Tenho os olhos pousados no horizonte,
até que atrás da terra o luar desponte
na noite só de estrelas pontilhada...

Lá embaixo - como a fita de uma estrada
sob a arcada mourisca de uma ponte
as águas cristalinas de uma fonte
são o espelho da tarde iluminada...

Há chilreios na sombra do arvoredo
e no ouvido das árvores passando
o vento diz baixinho algum segredo...

Multiplicam-se as sombras nas quebradas.
e as nuvens lembram na distância, um bando
de pétalas de luz, ensangüentadas !


( JG de Araujo Jorge extraído do livro
"Os Mais Belos Poemas Que O Amor Inspirou"
Vol. I - 1
aedição 1965 )



12 comentários:

Ana Maria disse...

O por do sol no

Poente
Orientando
Repousando

Do dia ardente
Onde com seu calor

Se esconde
Onde a
Lua não o encontra.

Beijinhos iluminados!

Adolfo Payés disse...

Magnifico como siempre poeta.. ya estoy de regreso por tu espacio para disfrutar de tus bellos versos..



Un abrazo
Con mi saludos fraternos..

Que esta semana sea de las mejores, son mis deseos..

Caminhos Poéticos disse...

"O mundo é como uma festa em que entramos sem sermos convidados, e depois, saímos sem nos despedirmos."

(John Lennon)

Amor & Paz na sua semana...M@ria

Priscila Lima disse...

beijinho das conchinhas!


"Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás. E você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida"

William Shakespeare

®Universo Virtual disse...

Sônia,

Maravilhoso soneto!!Seu Blog sempre lindo demais...

Um grande beijo e Boa Semana!!!

Reggina Moon

**Tem selinho no meu Blog Verso & Prosa pra voce!

Thania Goulart disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thania Goulart disse...

Olá Sônia sou sua nova seguidora, por acaso achei seu blog procurando fotos do Forte lá de Floripa... acho lindo aquele lugar e passando pelo seu blog vi muitas fotos de lugares incríveis. Moro na Serra Catarinense, aqui vc tbm poderia se divertir muito com tantas paisagens, e algumas ainda nem exploradas.

Abraços

Lu Nogfer disse...

Inspiradissimo mesmo!
Lindo!

Amei a foto de abertura!
Ficou perfeita!

Beijos e uma linda semana!

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Sônia,

Adoro suas fotos e o bom gosto com as palavras.

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca


-

Sonhadora disse...

Minha querida
um belo poema, e as fotos são maravilhosas. adorei.

Beijinhos
Sonhadora

tossan disse...

Olá Sonia, me diz baixinho como você consegue esse arrebol magnífico?! Beijo

Carmem Teresa disse...

Uma grata surpresa..JG Araújo Jorge constava na biblioteca de minha casa quando era criança e lembro-me bem que ainda muito menina já vivia a ler aquelas poesias.Uma grata lembrança e uma bela escolha textual....

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.