.

.

28 fevereiro 2011

As pequenas palavras


De todas as palavras escolhi água,
porque lágrima, chuva, porque mar
porque saliva, bátega, nascente
porque rio, porque sede, porque fonte.
De todas as palavras escolhi dar.

De todas as palavras escolhi flor
porque terra, papoila, cor, semente
porque rosa, recado, porque pele
porque pétala, pólen, porque vento.
De todas as palavras escolhi mel.

De todas as palavras escolhi voz
porque cantiga, riso, porque amor
porque partilha, boca, porque nós
porque segredo, água, mel e flor.

E porque poesia e porque adeus
de todas as palavras escolhi dor.

Rosa Lobato de Faria



4 comentários:

ღPat.ღ disse...

Tuas imagens são fabulosas.. e as palavras encantos de se ler.

Um beijo amiga Sônia.

Agulheta disse...

Amiga Sónia. Peço desculpa de andar um pouco sumida,por vários motivos que nem bem ao caso.Gosto de aqui vir pela paz que transmite e belos poemas,como pela beleza de fotos que aqui colocas.Daqui para diante vou recomeçar novamente.
Beijinho e muita paz no teu coração.

Vieira Calado disse...

Olá, como está?

Não conhecia este belo poema

Obrigado pela partilha.

Beijinho

Sotnas disse...

Olá Sônia, desejo que tudo esteja bem contigo!
Sempre postando belas imagens e belíssimos poemas. E como sempre encatando quem por aqui passa, parabéns pelo belo cantiho!
Obrigado pelas visitas e carinho, abraços e ate mais!

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.