.

.

14 fevereiro 2011

Casa Suspeita

Talvez eu quisesse ser teu lado mais bonito
a parte da tua história mais repleta, plena,
a coisa certa
de uma forma tão serena, tão doce,
mas que ao mesmo tempo fosse
selvagem e obscena, violenta até,
que o ódio está sempre contido na paixão.
E, se eu tenho uma paz toda que me enfeita
trago uma casa suspeita dentro do coração.

Trago um crime que cometi ou que vou cometer
e jogo contra mim, jogo contra você
vivo do perigo de te fazer enlouquecer
no eterno dilema de ser e não ser,
ando na beira do que pode acontecer
e morro de medo de te perder.


Bruna Lombardi


Imagens da Lagoinha Norte em Florianópolis

17 comentários:

tossan® disse...

Miha querida Sônia, o poema é muito bom, mas a primeira foto é uma obra de arte!!! Beijo daqui de Santos

Luís Coelho disse...

Quantas vezes deixamos adoecer o amor e jogamos ódio para aqueles que mais amamos.

Dois Rios disse...

O amor habita na casa que consrtuimos. Nem sempre é confortável e nem sempre é segura.
===
Obrigada pela visita.

Beijo,
Inês

Graça Pereira disse...

As fotos estão divinais e o poema...enche o coração.
Beijo
Graça

Marta Vasil disse...

Que imagens tão soberbas Sonia!

E gosto muito deste poema que nos fala dasduas metades que, por vezes, temos em nós.

Beijinho

Baby disse...

Lindíssimo poema da linda Bruna! As fotos são também preciosas, como é apanágio do teu espaço.

Beijo.

Alessandro disse...

lindas fotos, venha nos visitar http://www.ilhadovento.com.br/kite_wind/

Stella Tavares disse...

Lindíssimos texto e imagens! Sem falar na música que vai tomando conta num crescente. Seu blog está cada vez mais encantador. Uma bela viagem!
bjs

Stella Tavares disse...

Sônia

Quero te convidar para conhecer um novo/antigo projeto: leitura para todos onde comecei a publicar audiolivros. Ficaria muito feliz com sua visita, seu apoio. Nos encontramos no www.mundodashistoriasmagicas.blogspot.com

Projeto Leitura para Todos - Audiolivro: O Encantado Planeta O - Ziraldo
Narração: Stella Tavares e João Vítor Tavares

Stella Tavares disse...

Sônia

Quero te convidar para conhecer um novo/antigo projeto: leitura para todos onde comecei a publicar audiolivros. Ficaria muito feliz com sua visita, seu apoio. Nos encontramos no www.mundodashistoriasmagicas.blogspot.com

Projeto Leitura para Todos - Audiolivro: O Encantado Planeta O - Ziraldo
Narração: Stella Tavares e João Vítor Tavares

Nilson Barcelli disse...

Não conhecia este belíssimo poema da Bruna.
Querida amiga, obrigado pela partilha.
A foto de cima é excelente.
Beijos.

Vieira Calado disse...

Olá, como está?

depois duma forçada ausência

aqui estou de novo a visitar os amigos!

Saudações minhas

ju rigoni disse...

É lindo esse poema da Bruna que estou lendo pela primeira vez.

As fotos, como sempre, maravilhosas.

Bjs, Sonia. E inté!

SAM disse...

Querida Sonia,

Fotos lindas e o poema maravilhoso! Obrigada pela beleza da partilha.

Beijos com carinho e ótima noite.

Emília disse...

Parabéns por este post! Uma excelente fotografia e trabalho!
Um abraço

Amirah disse...

Sra. Sônia, seu blog me tranquiliza. As fotos simples de uma beleza natural aquece meu coração e me leva sorriso aos lábios todas as vezes que por aqui passo. Parabéns sempre!

Fabih ♥ disse...

Olá!!!
Gostei pra caramba do blog!!!
As poesias entaum, nem se fala, lindas demais...
Palavras escritas com doçura, com amor...lindas.
Adoreii passar por aqui.
Voltarei mais vezes.
Bjoo querida.

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.