.

.

21 março 2011

Provavelmente


Provavelmente, o campo demarcado
Não basta ao coração nem o exalta;
Provavelmente, o traço da fronteira
Contra nós, amputados, o riscamos.
Que rosto se promete e se desenha?
Que viagem prometida nos espera?
São asas( que só duas fazem vôo).
Ou solitário arder de labareda?

José Saramago

Praia do Araçá em Porto Belo, SC

Praia da Sepultura em Bombinhas, SC
Praia da Sepultura, Bombinhas, SC

11 comentários:

Nanda Assis disse...

sempre lindo por aqui
beijos....
...^ .. ^
_/ \ .. / \_
/ ___ __ _\
/ / @ \/ @ \ \
\ \___/\___/ /\
\____\/____/||
. / .... /\\\\\//
. | .... |\\\\\\
. \ ..... \\\\\\
.. \____/\\\\\
... _||_||_
.. -- --

Isa disse...

Sempre aqui venho,mesmo que ñ comente.
Sinto-me bem.
Que espaço mais lindo,nas fotos.
Beijo.
isa.

Luís Coelho disse...

Pensamentos

O voo só é possível com duas asas e apenas quando elas são coordenadas .

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Sonia
Saramago sempre nos encanta com seus escritos.
Tenha uma linda terça.
Um abraço

Adolfo Payés disse...

Muy hermoso como siempre amiga..

Pido perdón por mi ausencia..

Un beso

La poesía..
Demos-le la palabra a los versos en esta fecha..

Un gusto leerte..


Un abrazo
Saludos Fraternos..

Malu disse...

E nós, meros mortais a assistir esses flashes de probabilidades...
Um beijinho, Sônia!

Vieira Calado disse...

A vegetação

dá-lhe um toque poético especial...

Saudações poéticas

Graça Pereira disse...

Saramago fica bem nesta ilha de sonho...
Bj e boa semana.
Graça

Danielle Macena disse...

Passando so p desejar uma otima noite...

João Menéres disse...

Tudo tão lindo, SONIA !...


Um beijo.

Danielle Macena disse...

Passando so p desejar uma otima noite...

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.