.

.

05 agosto 2012

Talvez


Talvez não ser,
é ser sem que tu sejas,
sem que vás cortando
o meio dia com uma
flor azul,
sem que caminhes mais tarde
pela névoa e pelos tijolos,
sem essa luz que levas na mão
que, talvez, outros não verão dourada,
que talvez ninguém
soube que crescia
como a origem vermelha da rosa,
sem que sejas, enfim,
sem que viesses brusca, incitante
conhecer a minha vida,
rajada de roseira,
trigo do vento,


E desde então, sou porque tu és
E desde então és
sou e somos…
E por amor
Serei… Serás… Seremos…


Pablo Neruda

Imagem de Eduardo Poisl - Lagoa da Conceição

4 comentários:

:.tossan® disse...

Nossa! Que saudade da Ilha e de vocês! Esse cantinho da praia da Barra me encanta muito. Lindas fotos Sônia. Beijo

Sotnas disse...

Olá Sônia, e que tudo esteja bem contigo!

Ser, por ter o outro ser, somando, é naturalmente a felicidade tão rodeada de paz que necessitamos, sem grandes ansiedades. Perfeita escolha Sônia, como sempre encontro por cá. Neruda é um dos melhores, parabéns pela postagem, as imagens são belíssimas também!

E agradecido por tua amizade e compartilhamento do teu bom gosto por imagens e belos escritos eu desejo a você e todos um intenso e feliz viver, abraços e até mais!

Malu disse...

Saudades daqui, minha amiga...
Precisava passar e poder ter com estas palavras sempre belas que deixa como partilha por aqui.
Abraços e meu carinho sempre.
Apesar da ausência sempre me vem a mente amigos queridos...

Graça Pereira disse...

Tudo continua lindo por aqui...como resistir a voltar!? Não posso e não quero!
Mil beijos
Graça

Quem sou eu

Minha foto
Gaúcha, nos pampas nascida Um grande sonho acalentei Morar numa ilha encantada Cheia de bruxas e fadas. Nessa terra cheia de graça Onde se juntam todas as raças, Minha ilha lança ao poente O azul espelhado da lagoa, O verde silêncio das montanhas, O rumorejar de um mar azul Que beija apaixonado a areia da Minha ilha de renda poética. Não importa se há sol ou chuva, A mágica ilha é sempre azul, Fica gravada na alma e Quem aqui vem sempre vai voltar, Para descobrir novos caminhos, Novos destinos, pois Esta magia nunca irá acabar.

.

.